Cultura do Respeitinho

Aventar

Esta designação não me pertence, é do advogado Francisco Teixeira da Mota que defendeu Miguel Sousa Tavares do processo que lhe quis mover o Presidente da República quando se viu chamado de “palhaço” pelo escritor. E vem a terreiro muito oportunamente quando campeia no país a mais absoluta falta de respeito dos poderes políticos pelo povo que é obrigado a sustentá-los.

Sempre que esta falta de respeito se verifica, logo aparece a cultura do respeitinho que, mais do que se pensa, alastra como uma nódoa por todos os que julgam mandar e que é uma herança da ditadura de 48 anos liderada por Salazar e Marcelo Caetano.  É uma cultura cobarde, sonsa, como  pontapé atirado às canelas de quem refila à laia de  aviso para não se meter noutra. Qualquer fulano da situação a pratica, sempre que  é confrontado pelos que pensam pela sua cabeça e não nasceram com vocação…

View original post mais 432 palavras

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s