A desconstrução do género no dia da mulher

ao Leme

Hoje, no dia da mulher, gostaria de trazer uma das mulheres que mais admiro e de certo modo, até invejo, a Judith Butler.

A inveja é em mim um sentimento extremamente raro, e por isso, para mim, estranho. A Judith Butler é a autora que nos anos 90 surge com uma nova proposta de género, absolutamente revolucionária e que ultrapassava os esquemas categóricos que dominavam todo o pensamento de género até à altura. Com a obra “Gender Trouble” ela rompe com tudo o que as feministas da primeira e segunda vaga disseram, abrindo assim caminho ao Feminismo de Terceira Vaga. O que vos trago hoje é, resumidamente, o essencial do contributo de Butler para o feminismo e para todo o pensamento de género.

Butler criticou a incapacidade demonstrada pelas feministas de 2ª vaga em romper com a concepção normativa de género, binária, entre homem e mulher, ignorando aquilo que realmente…

View original post mais 991 palavras

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s